5 Erros Comuns de Autodidatas Iniciantes

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Quando queremos mergulhar no mundo musical através do aprendizado de um instrumento, e o fazemos de forma autodidata, podemos ser vítimas de nós mesmos ao criarmos vícios e hábitos que ao longo do tempo podem se mostrar nada funcionais, ou até mesmo sendo um grande empecilho para a nossa evolução.

Assim como ter um instrumento de alta qualidade, pode ser um fator chave para otimizar o tempo da nossa evolução, estar rodeado de instruções e informações corretas sobre música e o instrumento em questão são de uma inestimável importância para o aprendizado como um todo.

Vamos listar aqui cinco erros muito comuns cometidos por aqueles que resolvem aprender “na raça” sem nenhum tipo de ajuda.

Para você poupar seu tempo e dinheiro com cursos e plataformas que muito prometem e pouco fazem, conheça Aqui o Guitarpedia, assista as nossas aulas e aprenda sobre pentatônica e outras escalas, técnicas como, palhetada alternada,  ligados, tapping, e assuntos como, fraseado, modos etc. Possuimos a plataforma online mais rápida e eficaz, para o seu aprendizado e evolução musical.

1- Fazer Levadas Utilizando Apenas o Pulso

Quando pretendemos tocar uma canção que serve como a base para um cantor ou até mesmo outro instrumento, é muito comum utilizarmos ritmos ou levadas já famosas no mundo da música pop.

Mas não podemos nos esquecer de que o movimento da nossa mão direita responsável pela produção do som deve ser uma combinação de movimentos que começam em nosso cotovelo e terminam na ponta de nossos dedos ou palheta.

Jamais deixe o seu pulso tensionado ou rotativo demais (como um tchauzinha de miss ou rainha da Inglaterra) o pulso na maioria dos casos deve ficar solto criando um movimento natural consequência da movimentação iniciada pelo cotovelo e antebraço.

2- Não Criar um Apoio para o Pulso na hora de Palhetar

Este segundo tópico é muito mais um conselho do que um erro cometido pelos iniciantes, já que NÃO EXISTE UMA MANEIRA CORRETA DE SE PALHETAR AS CORDAS, porém aqueles guitarristas que optam por palhetar utilizando toda a movimentação do braço sem criar um ponto de apoio para o pulso estão fazendo um esforço muito maior do que o necessário e, portanto desperdiçando energia, seria como pregar um pequeno quadro utilizando uma marreta.

3- Montar Acordes Dedo por Dedo

No início é muito difícil trocar de um acorde para outro com certa velocidade, mas uma armadilha que não podemos cair é criar o hábito de posicionarmos um dedo de cada vez no braço do instrumento.

A maneira mais eficaz de passarmos este estágio é memorizar o formato do acorde em nossa mão e procurar fazer a troca de um acorde para o outro no ar antes mesmo que nossos dedos encoste nas cordas da guitarra ou violão.

Acesse www.guitarpedia.com.br, assista a uma de nossas aulas, e conheça o nosso player exclusivo com a função loop, que otimiza o seu tempo, e elevará a sua técnica nas seis cordas para um novo patamar.

 Nós contamos com alguns dos músicos mais relevantes no cenário musical do nosso país como: Djalma Lima, Pollaco, Cuca Teixeira, Fábio Santini, Bruno Godinho, Vandré Nascimento, entre outros. Acesse já!!!

Cuca Teixeira
Aulas de bateria

4- Não termos Consciência do Tempo da Música

Outro erro comum de iniciantes, principalmente aqueles que não possuem um professor para corrigi-los, é não prestar a menor atenção no BEAT ou tempo da música.

É muito fácil encontrarmos músicos em seu estágio inicial que não conseguem bater o pé no ritmo da música e tocar ao mesmo tempo, em alguns casos o problema pode ser ainda mais grave, que são aqueles em que identificar a batida correta da música já é um grande sacrifício.

Se esse é o seu problema, respire fundo concentre-se nos instrumentos responsáveis pelo ritmo e tente acompanhá-los naturalmente (batendo palmas ou o pé), e é claro que começar com algo simples e devagar só vai lhe fazer bem neste momento do aprendizado.

5- Não Criar um Repertório

Aprender sozinho pode ser mais difícil para aqueles que querem construir um grande repertório, já que com o auxílio de um professor ou nós do portal GUITARPEDIA, o aluno aprenderá diversas técnicas para a memorização mais fácil das músicas e conceitos teóricos que o farão entender a construção e estruturação musical, e não simplesmente decorar inúmeros acordes que até então podem não fazer o menor sentido.

Novo Curso de Guitarra Fusion Com Fábio Santini, Acesse já!

Para você que quer aprender tudo sobre a guitarra Fusion, clique Aqui e tenha um curso completo com um dos maiores entendedores do assunto, o guitarrista Fábio Santini.

O curso aborda todos os elementos necessários para você evoluir na linguagem musical do Jazz Fusion, abordando a parte rítmica, harmônica, fraseado, conceitos teóricos e muito mais!

Para saber mais sobre composição, teoria musical e cursar aulas especiais sobre bateria, guitarra, história da música, dicas sobre equipamento, e muito mais, visite o portal www.guitarpedia.com.br, e curta a página https://pt-br.facebook.com/guitarpedia para ficar por dentro das novidades e interagir conosco!

 

 

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube