4 Dicas Para Criar um Chord Melody

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Nós do site Guitarpedia, já abordamos aqui em nosso blog a técnica conhecida por muitos por Chord Melody, que para alguns também é chamada de harmonia em bloco.

Para você que quer ler o nosso primeiro post sobre o assunto clique Aqui.

Conheça Aqui o Guitarpedia , assista as nossas aulas de técnica e aprenda sobre pentatônica e outras escalas, palhetada alternada,  ligados, tapping, fraseado, modos etc. Temos a plataforma online mais rápida e eficaz, para o seu aprendizado e evolução musical.

Cuca Teixeira
Aulas de bateria

As Características de um Chord Melody

Como já mencionado em oportunidades anteriores, a técnica do chord melody pode ser considerada uma das coisas mais complexas a ser feita em um instrumento de seis cordas (ou sete) como o violão ou a guitarra.

É claro que essa complexidade é relativa, depende muito da harmonia e da melodia que precisamos montar o nosso chord melody em questão.

Apenas lembrando que a técnica consiste em executarmos com os dedos da mão esquerda do guitarrista (direita no caso dos canhotos), tanto a harmonia como a melodia de uma música, tema, ou até mesmo improviso.

Por que o Chord Melody não é tão Difundido?

A técnica do chord melody, pode ser empregada em qualquer estilo musical, desde uma música pop ou funkeada, ao jazz mais “nervoso” ou uma música experimental.

Mas pelo fato da técnica em seu início ter sido desenvolvida por músicos jazzistas, e exigir certa quantidade de conhecimento e técnica ela acabou se difundindo pouco em outros estilos.

Sem sombra de dúvida os estilos que mais usam a técnica até hoje são o jazz e a nossa música brasileira.

Vamos agora a algumas dicas que podem lhe ajudar a se aventurar no mundo do Chord Melody

1 – Conheça Muito Bem a Harmonia, a Melodia e o Ritmo da Música.

Por mais que esta primeira dica pareça óbvia, ele precisa ser dita, pois existem muitos guitarristas e violonistas, que enxergam o instrumento de apenas duas maneiras: para acompanhar, e para solar.

Quando na verdade criar um chord melody é desenvolver uma visão pianística do instrumento, em que nos possibilita a união dos três elementos: Ritmo, Harmonia e Melodia.

Portanto se você gosta de música brasileira, por exemplo, agora na hora de aprender os acordes de uma música aprenda também sua melodia, e posteriormente tente encarar o desafio de tocar tudo ao mesmo tempo. (é claro que para isso dar certo, inúmeros arranjos deverão ser feitos, daí a importância das nossas próximas dicas).

2 – Conheça a Formação dos Acordes e seus Intervalos

Conhecer inúmeros acordes e todos os seus intervalos a partir de uma nota tônica, é essencial. Será impossível desenvolver um chord melody com aqueles acordes básicos que aprendemos em revistinhas.

Saiba de quais notas e intervalos um determinado acorde é composto, por exemplo, um G7/9b (Sol com sétima e nona menor) Tônica – G / Terça – B / Sétima – F / Nona menor – Ab (repare que a quinta foi omitida propositalmente).

Com tal conhecimento será muito mais fácil harmonizar a sua melodia. Suponhamos que nós temos uma melodia com as notas Dó e Mi, e durante este trecho da música o acorde tocado em questão é um Dó. Sabendo que a primeira nota Dó e a segunda nota Mi, fazem parte da tríade do acorde de Dó, concluímos que será possível harmonizar as duas notas com o próprio acorde de Dó ou uma de suas inversões, já que ambas as notas estão presentes em sua formação.

Acesse www.guitarpedia.com.br, assista a uma de nossas aulas, e conheça o nosso player exclusivo com a função loop, que otimiza o seu tempo, e elevará a sua técnica nas seis cordas para um novo patamar.

 Nós contamos com alguns dos músicos mais relevantes no cenário musical do nosso país como: Djalma Lima, Pollaco, Cuca Teixeira, Fábio Santini, Bruno Godinho, Vandré Nascimento, entre outros. Acesse já!!!

3 – Conheça as Inversões de um Acorde, e suas Substituições

É muito útil para a criação de um arranjo em chord melody saber as inversões de um determinado acorde, pois variando a sua formação teremos notas diferentes em sua parte mais aguda, gerando novas possibilidades de harmonização.

Saiba o mesmo acorde com a tônica, a terça, a quinta e a sétima no baixo, pelas cordas Mi (grave), Lá e Ré. Você irá dar um salto no conhecimento pelo braço do instrumento.

Ter um alto conhecimento sobre campo harmônico e funções harmônicas também será de grande utilidade, pois em alguns momentos será necessário substituir um acorde, por outro que execute a mesma função ou sensação harmônica na música.

4 – Nem Sempre é Necessário Harmonizar Todas as Notas

Em um arranjo utilizando a técnica do chord melody, não temos a necessidade de harmonizar todas as notas da melodia.

Em algumas passagens com muitas notas, ficará impossível de conseguirmos tocar, pelo alto grau de dificuldade, e mesmo que conseguíssemos o resultado sonoro pode não ser o ideal, já que provavelmente tal trecho soará “blocado” demais.

Aulas de Chord Melody com o Pollaco, no Guitarpedia!

Um dos mestres do assunto Chord Melody no Brasil é o guitarrista Pollaco, um dos professores do site Guitarpedia.

Pollaco obteve sua formação no Musicians Institute em Los Angeles. Onde foi discípulo do maior entendedor no assunto, o lendário e saudoso guitarrista, Joe Pass.

Assista a uma das aulas do Pollaco no site Guitarpedia , clicando aqui.

Para saber mais sobre guitarra, história da música e teoria musical, visite o site www.guitarpedia.com.br, e curta a página https://pt-br.facebook.com/guitarpedia para ficar por dentro das novidades e interagir conosco!

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube