Stanley J. – O Mestre do Touch Technique

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Assim como na maioria das atividades em nossa sociedade, na música também existem rebanhos e líderes, de tempos em tempos vemos surgirem artistas que inovam e mudam o jogo, criando suas próprias “regras”.

Mesmo quando um grande artista não cria um novo estilo ou uma nova técnica, ele é capaz de se apoderar daquilo que o precede e o executar em sua própria linguagem, se tornando uma referência.

Conheça www.guitarpedia.com.br, o site com mais de 700 aulas de guitarra, a ferramenta online mais rápida e eficaz, para a sua evolução musical.

Podemos dizer que Stanley Jordan criou um estilo único e se tornou um mago da guitarra ao se especializar e difundir a técnica do Touch Technique, combinado com um alto conhecimento harmônico e muita fluência no improviso Jazz/Fusion.

Juventude e Vida Acadêmica

Nascido em Chicago, Illinois em 31 de julho de 1959, Stanley começou seus estudos musicais ao piano com apenas seis anos de idade, e mais tarde aos onze passou a se interessar e estudar a guitarra elétrica.

Em 1976, com dezessete anos Jordan ganhou o prêmio Reno no festival de Jazz de Nevada. E em 1981 foi lhe oferecido uma bolsa para estudar música na Universidade de Princeton em New Jersey, lá ele foi aluno dos compositores, Milton Babbitt e Paul Lansky. Quando ainda estudava em Princeton, mais precisamente em 1979, Jordan chegou a tocar junto com as lendas do Jazz, Benny Carter e Dizzy Gillespie.

Início da Carreira

Em sua adolescência e juventude, inspirado pelos seus estudos no piano, Stanley começou a aperfeiçoar a técnica de tocar com as duas mãos em contato com a escala da guitarra, técnica hoje conhecida por, Touch Technique.

Em 1982 recém-formado na universidade, lançou seu primeiro álbum intitulado Touch Sensitive, mostrando ao mundo um jeito inovador de se tocar a guitarra elétrica.

Anos mais tarde em 1985, com maior maturidade e bagagem musical Stanley lançou o que seria a sua obra prima, o álbum Magic Touch. O disco alcançou o número 1 na parada Jazz da Billboard e permaneceu no posto por cinquenta e uma semanas, estabelecendo um novo recorde para o segmento.

O disco contém dez músicas, quatro da autoria do guitarrista e o restante são  versões de músicas famosas de grandes nomes como, The Beatles, Miles Davis, Thelonious Monk, Jimi Hendrix, e outros.

Consagração e Novos Caminhos

Depois do enorme sucesso no meio dos anos 80, Stanley se tornou uma espécie de guru para uma legião de guitarristas, seja pelo lado técnico, ou pelo seu conhecimento, que o possibilita criar e recriar músicas combinando bom gosto, e inovação.

A Touch Technique popularizada por Jordan permite ao guitarrista tocar juntamente harmonia e melodia, duas guitarras simultaneamente, ou até mesmo guitarra e piano ao mesmo tempo.

O sucesso de Jordan foi tanto que o músico foi contratado para gravar os sons de inicialização dos antigos computadores Macintosh, Power Macintosh 6100, Power Macintosh 7100, e Power Macintosh 8100.

Hoje em dia Stanley Jordan é um músico consagrado mundialmente, já teve sua música indicada quatro vezes ao Grammy, já se apresentou em todos os continentes, dividiu o palco e gravou com grandes artistas da música popular mundial, como: Quincy Jones, Michal Urbaniak, Richie Cole, Sharon Isbin, Romero Lubambo, entre outros.

No vídeo abaixo podemos ver Stanley dividindo sua atenção entre a guitarra e o piano.

Visite o site www.guitarpedia.com.br, e curta a nossa página no facebook para interagir conosco!

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube