O que é a Série Harmônica?

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Se você é um estudante de música e leva o assunto a sério é de extrema importância que a Série Harmônica seja algo que você saiba e dê muito valor. Afinal ela deve ser considerada o assunto mais primordial e por que não o mais essencial de todos.

Assista AQUI nossas aulas de Análise Melódica. Assista as nossas aulas de técnica e aprenda sobre pentatônica e outras escalas, palhetada alternada,  ligados, tapping, fraseado, modos etc.

Temos a plataforma online mais rápida e eficaz, para o seu aprendizado e evolução musical.

pentatonica

O que é a Série Harmônica?

Série harmônica é o conjunto de ondas composto da frequência fundamental e de todos os múltiplos inteiros desta frequência. De forma geral, uma série harmônica é resultado da vibração de algum tipo de oscilador harmônico.

A maior parte de objetos produtores de som são os instrumentos musicais. Eles são responsáveis por produzir as notas musicais em que observamos o aparecimento da Série Harmônica.

As principais aplicações práticas do estudo das séries harmônicas estão na música e na análise de espectros eletromagnéticos. Um exemplo são as ondas de rádio e sistemas de corrente alternada. Em matemática, o termo série harmônica refere-se a uma série infinita.

Este assunto é de extrema importância, pois colocando em termos mais básicos, com o entendimento e conhecimento da Série Harmônica, nós conseguimos compreender que ao executarmos o som de uma única nota, observamos que existem “dentro” dela o som de outras notas, e o resultado desse conjunto de notas é o que compõe o som “completo” daquela nota inicial.

As notas que “aparecem” depois de executarmos a primeira nota, não são aleatórias e sempre seguem a mesma sequencia. Por esta razão é que tem o nome Série Harmônica.

Acesse www.guitarpedia.com.br, assista a uma de nossas aulas, e conheça o nosso player exclusivo com a função loop, que otimiza o seu tempo, e elevará a sua técnica nas seis cordas para um novo patamar.

 Nós contamos com alguns dos músicos mais relevantes no cenário musical do nosso país. Conheça alguns deles: Djalma Lima, Pollaco, Fábio Santini, Bruno Godinho, Vandré Nascimento, entre outros. Acesse já!!!

As Notas da Série Harmônica

Assim se tomarmos como exemplo uma corda de um violão (6ª Corda – Nota Mi Grave), notaremos que além de vibrar em toda a sua extensão, também vibra em sua metade, em sua terça parte, em sua quarta parte e quinta parte, etc., produzindo sons 2 cada vez mais agudos. A vibração da corda pode ser definida como ciclos ou Hertz (01 ciclo = é igual a ida e volta da vibração da corda). Então ao tocarmos a 6ª Corda do Violão (nota Mi Grave) temos: 1ª ciclo = nota Mi (fundamental); 2º ciclo = nota Mi, uma oitava mais aguda; 3º ciclo = nota sol uma oitava + uma quinta aguda; etc.

A série harmônica é fisicamente infinita, e suas primeiras 16 notas surgem, ao subdividir uma corda vibrante (experiência de Pitágoras) em 2 – 3 – 4 – 5 – 6 – 7 – 8 – 9 – 10, etc. partes iguais.

Se afinarmos uma corda em dó, notaremos que a sua metade também vibrará em dó oitava acima, a metade deste também e assim por diante.

Agora veja as primeiras 16 notas da série harmônica com a fundamental (som gerador) em dó:

A História do Surgimento da Série Harmônica

O estudo e entendimento da Série Harmônica teve origem (início) no século VI antes de Cristo com as experiências feitas pelo filósofo e matemático grego Pitágoras.

Pelas suas descobertas é possível estabelecer uma relação direta entre melodia e harmonia. Seus conceitos e definições são utilizados até os dias atuais (oitavas, ciclo de quintas, etc).

Pitágoras (séc. VI, a.c.), afirmou que qualquer som para ser musical teria que ter altura definida e emitido por um instrumento ou por fonte natural.  Seu resultado é uma vibração ondulatória regular.

Essa vibração é composta pelo som gerador (1ª nota) e outros sons definidos de intensidade menor e freqüência mais aguda, chamados de sons harmônicos ou série harmônica.

A série harmônica (som gerador + notas agudas subseqüentes) apresenta uma relação intervalar característica e imutável de origem natural ou física.

Para saber mais sobre guitarra, história da música e teoria musical, visite o site www.guitarpedia.com.br. Curta a página https://pt-br.facebook.com/guitarpedia para ficar por dentro das novidades e interagir conosco!

Esse post possui referência bibliográfica, e citações do texto Série Harmônica do Professor Dirso Andele.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube