O estilo de The Edge

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Guitarrista de uma das mais importantes bandas de Rock da história, sendo uma das poucas a manterem os integrantes originais desde sua formação, The Edge formou o som do U2 através dos anos. Com uma parafernália de equipamentos, desde guitarras fabricadas em diversas décadas, amplificadores e pedais de efeito, Edge tem como característica timbres sólidos, solos de guitarra com poucas notas, mas cheios de grandes melodias, aos quais você consegue cantar ou assobiar. Também é conhecido por usar muito bem efeitos como o delay em suas músicas, que podem ser ouvidas facilmente em clássicos como I Still Haven’t Found What I’m Looking For e Where the Streets Have No Name e Bad.

O guitarrista também utiliza double-stops com velocidade, que podem ser ouvidos em Iris (Hold me Close) e Until the End of the World.

O lado mais rock’n’roll do músico pode ser ouvido em canções como Vertigo e Desire, as quais podemos perceber as influências de blues.

1 – Delay clássico

Este é o som clássico de The Edge. O truque aqui é tocar 8 notas, enquanto seu pedal de delay gera 16, dando aquele som estilo “chukka-chukka”. Regule seu pedal a 430ms para combinar com o tempo em 105bpm nessa frase.

Screen Shot 2016-05-28 at 12.25.26 AM Screen Shot 2016-05-28 at 12.25.37 AM Screen Shot 2016-05-28 at 12.25.46 AM Screen Shot 2016-05-28 at 12.25.54 AM

2 – Arpeggios, delay e Overdrive

Você precisa de um pouco de distorção para esse lick. Essa é uma das características clássicas do guitarrista.

Screen Shot 2016-05-28 at 12.25.26 AM

3 – Riff pesado com powerchords

Esse riff é baseado ao redor da escala de blues de E (E G A Bb B D) que normalmente você tocaria em uma corda. O uso de power chords pode deixar o som mais sólido e pesado.

Screen Shot 2016-05-28 at 12.25.37 AM

4 – Riffs com oitavas

Adicionando um oitavador a essa frase, você pode ter um som parecido com o que Edge usava na época do álbum Acthung Baby. O ritmo é fácil, mas use um metrônomo para ter certeza que está tocando no tempo.

Screen Shot 2016-05-28 at 12.25.46 AM

5 – Double-Stops

Esse riff é inspirado em músicas como Pride (In the Name of Love). Optamos por notas de duas cordas a acordes inteiros, uma característica de The Edge, que pode soar mais sólido do que você pensa.

Screen Shot 2016-05-28 at 12.25.54 AM

Para mais artigos como esse, visite: www.guitarpedia.com.br

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube