Nunca é tarde para começar!

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Nunca é tarde para começar!

Já dizia um velho ditado: se você não é feliz em sua profissão, dificilmente será em outros fatores em sua vida. Isso pode ser verdade, uma vez que muitos de nós brasileiros, acordamos Segunda-Feira pela manhã já desejando o fim do expediente no fim de tarde da Sexta.

Mas enfim, o que podemos fazer para mudar essa realidade? O guitarrista Steve Vai uma vez disse: “Nunca trabalhei na minha vida, um dia se quer.” Mesmo com tantos anos de carreira e sucesso, Vai nunca viu sua profissão como um trabalho, mas como algo que o completava. O segredo é encontrar o que te fascina, o que te faria viver bem consigo mesmo. Encontrar uma profissão que vire paixão, que te envolva.

Muitos sabemos que ser um músico profissional em nosso país não é tarefa das mais fáceis. Mas há vários caminhos em que você pode atuar: tendo sua própria banda, acompanhar outros artistas como sideman, dar aulas de música ou até mesmo fazer manutenção e construir seus próprios instrumentos.

Você deve estar pensando: não tenho habilidade, tempo, sorte… Pois saiba que muitos pensaram diferente, e conseguiram. Como diria o guitarrista brasileiro Kiko Loureiro (formador da banda Angra e que hoje é também é guitarrista do Megadeth, uma das maiores bandas de metal do mundo), “sorte é o que acontece quando a preparação encontra a oportunidade”. Se muitos conseguiram alcançar seus objetivos, por que não você, meu caro leitor?
Assim como Andrea Bocelli, que largou a profissão de advogado para ser um cantor mundialmente famoso aos 34 anos, e como a artista Anna Mary Robertson, que largou sua vida na fazenda e vendas de batatas fritas para pintar seus quadros aos 80, você pode recomeçar. O caminho pode ser difícil a ser trilhado, mas lembre-se: não há conquista sem luta!

O primeiro passo é saber o que realmente você deseja fazer. Qual rumo tomar? O segundo é como chegar nele. Gerencie seu tempo, dando prioridade sempre, ao seu aprendizado. Foque-se e faça com amor. A garantia do hesito será ainda maior.

É preciso também se organizar antes de sair completamente da antiga profissão e embarcar nesse novo desafio. Paciência também é uma virtude a ser exigida nesse novo empreendimento, mas fique tranquilo. O esforço sempre semeia coisas boas, e com certeza, renderá bons frutos.

“A primeira vez que interpretei Chapolin Colorado Tinha 41 anos, e depois com Chaves tinha 42. Nunca é tarde para começar. E quero dizer isso especialmente para as pessoas que dizem que não têm oportunidades.

Oportunidades sempre existem.”
(Roberto Gómez Bolaños)
Se você deseja seguir o caminho da música e da guitarra, conheça o conteúdo didático do Guitarpedia e aprimore-se! Conte sempre conosco para tirar suas dúvidas e siga seu sonho!

Aprenda mais em https://www.guitarpedia.com.br/vendas/curso-de-guitarra-guitarpedia

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube