Música e Mitologia na Grécia Antiga – PT 1

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

No post de hoje nós do blog e portal Guitarpedia vamos te levar a uma viagem cultural e informativa, sobre a sociedade grega do passado. Vamos falar sobre sua organização musical e principalmente como a filosofia e seu olhar sobre o mundo influenciavam em suas composições artísticas.

Conheça Aqui o Guitarpedia , assista as nossas aulas de técnica e aprenda sobre pentatônica e outras escalas, palhetada alternada,  ligados, tapping, fraseado, modos etc. Temos a plataforma online mais rápida e eficaz, para o seu aprendizado e evolução musical.

A Herança Grega

É comum até os dias de hoje, artistas e intelectuais recorrerem à Grécia antiga como fonte de aprendizado e inspiração, já que ela é considerada o berço para diversas disciplinas, como a matemática e a filosofia por exemplo. Porém diferente de outros artistas como os escritores, o músico contemporâneo pouco sabe ou tem acesso a música feita na Grécia de outrora.

A herança grega deixada na música romana foi perdendo força com o crescimento da igreja cristã durante a idade média, já que a igreja associava algumas das práticas musicais gregas a rituais pagãos.

Música e Mitologia

A mitologia grega credita a origem musical em nosso mundo aos seus deuses e semideuses como: Apolo, Anfião, Orfeu, etc. Toda a música produzida na Grécia Antiga era associada ao divino e a cerimônias religiosas, como os cultos a Apolo e Dionísio.

O próprio nome Música derivada da palavra grega musa, que segundo a mitologia grega, eram entidades a quem era atribuída a capacidade de inspirar a criação artística ou científica.

As Musas que deram origem a música eram as nove filhas de Mnemósine (“Memória”) e Zeus. O templo das musas era o Museion, termo que deu origem à palavra museu nas diversas línguas indo-europeias como local de cultivo e preservação das artes e ciências.

Acesse www.guitarpedia.com.br, assista a uma de nossas aulas, e conheça o nosso player exclusivo com a função loop, que otimiza o seu tempo, e elevará a sua técnica nas seis cordas para um novo patamar.

 Nós contamos com alguns dos músicos mais relevantes no cenário musical do nosso país como: Djalma Lima, Pollaco, Cuca Teixeira, Fábio Santini, Bruno Godinho, Vandré Nascimento, entre outros. Acesse já!!!

Cultos a Apolo e Dionísio

Existiam duas principais vertentes musicais presentes na Grécia Antiga, o culto ao deus Apolo e o culto ao deus Dionísio.

Apolo

Apolo foi uma das principais divindades da mitologia greco-romana, um dos deuses olímpicos. Filho de Zeus e Leto, e irmão gêmeo de Ártemis, possuía muitos atributos e funções, e possivelmente depois de Zeus foi o Deus mais influente e venerado de todos os da Antiguidade clássica.

Era descrito como o deus da divina distância, que ameaçava ou protegia desde o alto dos céus, sendo identificado como o sol e a luz da verdade. Fazia os homens conscientes de seus pecados e era o agente de sua purificação; presidia sobre as leis da Religião e sobre as constituições das cidades, era o símbolo da inspiração profética e artística, sendo o patrono do mais famoso oráculo da Antiguidade, o Oráculo de Delfos, e líder das Musas.

O Culto ao Deus Apolo

O culto musical a Apolo foi muito presente na civilização grega, e era um culto que tinha a intenção de incentivar a calma, bons pensamentos e elevação espiritual aos cidadãos gregos.

O principal instrumento utilizado para tal adoração era a LIRA, uma espécie de arpa de pequeno porte.

Dionísio

Dionísio foi o último deus aceito no Olimpo, filho de Zeus e da princesa Semele, também foi o único olimpiano filho de uma mortal, o que faz dele uma divindade grega atípica.

Dioniso era representado nas cidades gregas como o protetor dos que não pertencem à sociedade convencional e, portanto, simboliza tudo o que é caótico, perigoso e inesperado, tudo que escapa da razão humana e que só pode ser atribuída à ação imprevisível dos deuses.

Culto ao Deus Dionísio

Diferentemente do culto a Apolo o culto a Dionísio tinha a intenção de invocar a agitação, excitação e entusiasmo aos cidadãos gregos. Muitos dizem que este culto foi responsável pela criação do teatro na Grécia Antiga.

O instrumento utilizado para a devoção a este Deus era o AULO, um instrumento de sopro de palheta simples ou dupla geralmente com dois tubos.

Aulas de História no Guitarpedia

Guitarpedia é o único site voltado para aulas de guitarra que está preocupado em lhe dar uma formação ampla e completa. Conta em sua grade de aulas, com aulas relacionadas aos mais diversos assuntos sobre teoria musical e um curso bastante informativo e organizado sobre História da Música.

Clique Aqui para saber muito mais sobre nosso curso de História da Música e Assista a uma de nossas aulas grátis sobre o assunto!

Para saber mais sobre composição, teoria musical e cursar aulas especiais sobre bateria, guitarra, história da música, dicas sobre equipamento, e muito mais, visite o portal www.guitarpedia.com.br, nosso canal no Youtube e curta a página https://pt-br.facebook.com/guitarpedia para ficar por dentro das novidades e interagir conosco!

Referência Bibliográfica:

História da Música Ocidental (Claude V. Palisca, Donald Jay Grout).

en.wikipedia.org

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube