Dez Passos Para Ser Um Grande Improvisador Pt2

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Nesse post vamos continuar com a segunda parte das 10 dicas fundamentais, para você desenvolver a sua improvisação, e acelerar a sua evolução musical.

Acesse já www.guitarpedia.com.br e conheça o mais completo site de aulas de guitarra online, com mais de 700 aulas, para todos os níveis de estudantes.

Aulas de guitarra online

6) Ouça os músicos ao seu redor

Ao improvisar, muitas vezes podemos sentir a inspiração se dissolver entre nossos dedos até secar totalmente. Tornar-se mais consciente do que os outros músicos estão fazendo, e se esforçar para criar uma conversa musical com os seus colegas, irá gerar uma atmosfera muito propícia à criatividade. Manter-se concentrado apenas na sua guitarra dificultará uma criação espontânea realmente significativa, já que desta maneira você ficará alheio a qualquer estimulo externo que poderia servir como gatilho para a sua inspiração.

7) Comunique-se naturalmente

É importante lembrar que tocar guitarra é como aprender uma nova língua, para nos tornarmos fluente em um idioma, precisamos naturalmente desenvolver uma linguagem própria que é fruto da audição e prática diária deste linguajar. Isso também se aplica a guitarra, ou seja, a melhor maneira de desenvolver suas habilidades de improvisação é simplesmente improvisar cada vez mais.

8)  Cuidado para não pensar demais

Quando improvisamos é muito importante saber sobre escalas, teoria, frases, licks, etc. Tudo isso pode ser de grande ajuda quando estudamos e temos metas a alcançar, mas em muitos casos confiar em nossos instintos pode ser o melhor dos caminhos, deixar o dedo fluir pelas cordas buscando a sonoridade mais agradável aos ouvidos, pode ser tão eficaz e prazeroso como saber centenas de escalas.

9) Seja imprudente, se necessário, e se divirta

É bom correr riscos de vez em quando, a obcessão pelo perfeccionismo pode interromper o seu fluxo de ideias, seja ousado! É melhor tentar algo novo sem saber ao certo se vai funcionar, do que se manter em sua zona de conforto todo o tempo e soar tedioso.

10) Aplique a teoria com musicalidade

Não há problema nenhum em saber o máximo de escalas e arpejos possíveis, muito pelo contrário, é de extrema importância. Porém tocar as notas de uma escala repetidamente pode parecer sem sentido se você não estiver o tempo todo procurando ser criativo. Tente ficar ciente do caráter único que cada nota ou escala possui em relação ao contexto harmônico. Uma abordagem interessante é passar algum tempo improvisando frases inteiras em apenas uma corda, tal exercício irá lhe obrigar a pensar de maneira mais ‘vocal’ e impedirá que os dedos toquem uma série de padrões já decorados.

Visite o site www.guitarpedia.com.br, para saber mais sobre esse e muitos outros assuntos, curta a nossa página no facebook para interagir conosco, e coloque as nossas dicas em prática agora mesmo!

 

 

 

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube